Buscar

Quem salvará o Rio das Mortes da morte?

O surgimento da Lei 2.883, de 27 de setembro de 2019, de autoria do vereador Leone Wagner do Nascimento (PP), idealizada pelo do cidadão Francisco Carlos Rodrigues - o Maruzam - despertou a necessidade para debates e ações efetivas de extrema importância: Salvar o Rio das Mortes da morte. Por isso, na segunda-feira (28) a Câmara Municipal de Barroso realizou uma Audiência Pública, sugerida pelo vereador Baldonedo e acatada pelo Presidente da Casa, Eduardo Pinto, para debater o tema. Dos 16 municípios que o Rio das Mortes percorre, apenas os prefeitos de Barroso e Dores de Campos participaram. Duas palestras brilhantes, proferidas pelo Biólogo Marcos Magalhães e pelo advogado e gestor público

Dos 18 veículos com defeitos, parados no almoxarifado, 13 pertencem à Secretaria da Saúde

Durante a reunião de segunda-feira, dia 21, os vereadores Leone Wagner e Anderson de Paula, ambos do PP, denunciaram a precária situação dos veículos da Prefeitura de Barroso. Desde que assumiu a Prefeitura, em janeiro de 2017, a atual administração vem alegando que recebeu o município com uma frota “sucateada”. Segundo o vereador Leone, foram entregues, ao todo, 66 unidades: 58 veículos e 8 máquinas. Deste total, apenas 4 veículos estariam com problemas mecânicos; um para leilão e duas máquinas com defeitos. “Vários veículos, ditos pelo Prefeito como “sucateados”, viajaram normalmente no início do mandato para várias cidades da região, podendo ser comprovado pelas planilhas de monitoramento

Ministério Público de Contas aprova as contas de 2016

As contas da gestão da ex-prefeita Eika Oka de Melo, do exercício 2016, foram aprovadas pelo MPC-MG - Ministério Público de Contas de Minas Gerais. O documento, emitido em 04 de outubro deste ano, foi assinado pela Procuradora Cristina Andrade de Melo. (Click aqui para ver o parecer) No documento, a procuradora deu parecer prévio pela aprovação das contas alegando que não foram verificadas irregularidades. Declarou, ainda, que não foi encontrada ocorrência de desequilíbrio financeiro-orçamentário nas contas prestadas pela administração da ex-prefeita Eika, referente ao último ano de mandato. Um dos momentos mais aguardado pelos prefeitos e prefeitas é, sem dúvida, a emissão do parecer prévi

“Sou candidato a prefeito de Barroso”

Mesmo sem entender muito a questão de pré-candidaturas, creio que seria esta a resposta que os leitores do Jornal Barroso em Dia esperavam obter através da matéria publicada na última edição, sobre as eleições de 2020. De acordo com a reportagem, nenhum dos entrevistados confirmou uma futura candidatura. Faltando menos de um ano para as eleições, parece que até agora ninguém se mostrou estimulado pelo cargo de prefeito(a). Por isso, logicamente, surgem muitas dúvidas, muitas interrogações. Seria a crise nacional que assola os municípios? Seria a atual situação da prefeitura que acumula, há anos, diversos problemas de ordem econômica e estrutural? Ou a percepção de que o eleitor-cidadão está

Internautas reclamam do uso indevido de carros oficiais

Têm sido frequentes as reclamações de que servidores públicos estariam fazendo uso de carros oficiais da Prefeitura de Barroso para fins particulares. Não é de hoje que os internautas cobram das autoridades municipais esclarecimentos, mas até o momento não houve justificativa pública alguma. Está em tramitação, na Câmara de Barroso, o Projeto de Lei nº 148/2019 que cria a Ouvidoria Municipal. Na quinta-feira (3) aconteceu a segunda discussão, com votação unanime pela sua aprovação. Em síntese, a implantação da ouvidoria, obrigada pela Lei nº 13.460/2017, será um elo de comunicação entre os barrosenses e a administração pública para receber RECLAMAÇÕES, SOLICITAÇÕES, SUGESTÕES, ELOGIOS, entre

Sessenta anos atrás foi inaugurado o primeiro Hospital de Barroso

O dia 4 de outubro deveria ser celebrado com muito entusiasmo pelos barrosenses, em reconhecimento a um dos grandes feitos do saudoso Padre Luiz Giorola Carlos em prol da nossa sociedade, principalmente dos mais carentes. No dia 4 de outubro de 1959 foi inaugurado, em Barroso, o Posto de Assistência à Maternidade e a Infância. Naquela época, o índice de mortalidade infantil era alarmante. Segundo relatos, havia dia de anunciar o falecimento de mais de uma criança. Preocupado com a situação, o Padre Luiz decidiu instalar um posto de atendimento médico e uma equipe médica, para garantir uma melhor assistência às famílias, sobretudo para os mais carentes. Em seguida, o Posto foi transformado n

BLOG DO

lUIZINHO mOREIRA

"Cidadania não é atitude passiva,

mas ação permanente em favor da comunidade"

© 2023 por Nome do Site. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon