Buscar
  • Luizinho Moreira

Câmara 2019. Muda a presidência, mas a fiscalização é a mesma


Não sou contra as viagens dos vereadores, sou contra as farras com as Diárias

Desde 2015 acompanho e monitoro os gastos com viagens dos vereadores da Câmara de Barroso. Seja quem for o presidente, a fiscalização é necessária e inevitável.

O próprio legislativo tem que fiscalizar como o dinheiro público está sendo gasto, não só no Executivo como também na Câmara Municipal, independente de ser amigo do prefeito ou do vereador. Aquele que não fiscaliza, corrompe. Prevaricar ou omitir, também é crime.

Por isso, a Câmara precisa ser mais participativa a partir deste ano. Colaborar com o executivo, porém, sem deixar de fiscalizá-lo.

Espero que a partir deste ano a Câmara passe a divulgar, antecipadamente, as solicitações de Diárias de viagens. Até porque, não existe contabilização de despesas após o fato consumado (Art. 60 da Lei 4.320/64).

Portanto, apesar da amizade com os vereadores, sobretudo com o Presidente Eduardo Pinto, afirmo que o meu trabalho de acompanhamento e monitoramento dos gastos, terá sequência.

Para encerrar, tenho certeza que vereadores ilibados jamais sentirão incomodados com a minha atitude. Este meu trabalho precisa ser entendido como um subsídio para o aprimoramento da gestão pública.

“Estar ao lado do governo não é apenas apoiar sem questionar ou contestar; e ser oposição não é somente ser contra, mas sim debater e também contribuir”


0 visualização

© 2023 por Nome do Site. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon