Buscar
  • Luizinho Moreira

O fedor invadiu o meu quarto e interrompeu o meu sono


Sem pedir licença, uma fedentina, similar a enxofre, entrou pela janela do meu quarto e obstruiu o meu precioso sono, após um dia desgastante e cansativo.

Tenho ouvido relatos de diversas pessoas que sentem o mesmo fedor, principalmente nas madrugas, em Barroso.

Porém, como eu mesmo não havia sentido, até então, preferi não comentar a situação publicamente. Até que na madrugada de hoje, fui despertado por esse forte mau cheiro.

A cidade inteira sabe que a Fábrica de Cimento Barroso está praticando, em fase de pré-teste, a queima de resíduos sólidos. Por isso, é impossível imaginar que a fedentina não esteja partindo daquela localidade.

Se, de acordo com os relatórios, os níveis de monitoramento de partículas em suspensão e inaláveis estão abaixo dos padrões estabelecidos pelo CONAMA, conforme demonstra a empresa, fico imaginando: o que acontecerá se esses índices aumentarem?

Enquanto isso, será que só nos resta fazer, paralelamente, um pré-teste com a nossa saúde? É isso? Até quanto?


185 visualizações

© 2023 por Nome do Site. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon