Buscar
  • Luizinho Moreira

Prestação de Contas de 2018. Os números são extremamente preocupantes


Com a presença de poucas pessoas, na noite de segunda feira (25), Prefeitura e Câmara de Barroso realizaram audiência pública de prestação de contas do 3º quadrimestre de 2018, com duração de aproximadamente cinco horas.

CÂMARA

A Câmara, através da Contadora Sandra Nogueira, foi a primeira a apresentar. De acordo com os dados, a despesa total em 2018 foi de pouco mais de R$1,8milhões. Mais precisamente, R$ 1.834,711.69.

No encerramento do ano, a devolução da sobra financeira aos cofres da Prefeitura foi de R$350mil.

A maior despesa do Legislativo, com pessoal e encargos sociais, ficou em R$1,3milhões, e em seguida as Diárias de Viagens com R$47mil.

PREFEITURA

Já na Prefeitura a situação é preocupante. Enquanto a receita corrente líquida diminuiu, o percentual da folha de pagamento e as dívidas, por consequência, aumentaram.

Nos últimos três anos os percentuais de gastos com pessoal, praticamente não oscilaram de forma necessária. Em 2017 e 2018, de acordo com o Relatório de Gestão Fiscal, apesar dos esforços, permaneceram praticamente na mesma faixa, 58,88% e 58,58% respectivamente.

No entanto, a partir deste ano não pode ultrapassar 54%, uma vez que, no calculo, passa a considerar ativos, inativos e pensionistas. Por isso, o Executivo Municipal tem até agosto para reduzir os gastos com a Folha de Pagamento, de 58,58% para menos de 54%.

Durante o evento, o Prefeito Reinaldo Fonseca esclareceu que o governo de minas deve os cofres do município cerca de R$7milhões, relativo a 2018, e mais R$1milhão deste ano.

Declarou, ainda, que se esses recursos tivessem sido depositados normalmente na conta da Prefeitura, com certeza a situação estaria melhor.


14 visualizações

© 2023 por Nome do Site. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon